terça-feira, 22 de abril de 2014

Fique bem informado dos melhores indicadores econômicos.

INDICADORES DO BLOG

BOVESPA

BOLSAS DO MUNDO
ÍNDICE
VARIAÇÃO (%)
VARIAÇÃO (PTS)
TOTAL (PTS)
Dow Jones - Estados Unidos
+0,91%
+146,49
16.173,24
S&P 500 - Estados Unidos
+0,82%
+14,92
1.830,61
NASDAQ COMPOSITE
+0,57%
+22,96
4.022,69
DAX Frankfurt - Alemanha
+0,26%
+23,88
9.339,17
CAC 40 - França
+0,43%
+18,70
4.384,56
Euro Stoxx 50 - Europa
+0,48%
+15,03
3.131,57
Merval - Argentina
-1,08%
-70,26
6.398,31
Nikkei 225 - Japão
-0,36%
-49,89
13.910,16
SSE Composite - China
+0,05%
+1,00
2.131,54
Hang Seng - China
+0,15%
+35,16
23.038,80
14/04/2014 20h09 | Thomson Reuters

MOEDAS
MOEDA
COMPRA (R$)
VENDA (R$)
VAR (%)
Dólar Comercial
2,2130
2,2150
-0,28%
Euro
3,0589
3,0598
+0,03%
Libra
3,7031
3,7044
+0,03%
Peso Argentino
0,2767
0,2768
+0,04%
14/04/2014 20h09 | Thomson Reuters

INFLAÇÃO
ÍNDICE
VALOR (%)
IBGE IPCA Month
0,92%
INPC IBGE (mês)
54,00%
BR IPC-Fipe Infl
FIPE
IPC-DI FGV (mês)
0,24%
IGP-DI FGV (mês)
1,10%
IGP-M FGV (mês)
0,77%
IPA-DI FGV (ano)
-4,08%
ICV Dieese (mês)
0,93%
14/04/2014 20h09 | Thomson Reuters

JUROS E POUPANÇA
ÍNDICE
VARIAÇÃO (%)
Selic (ano)
11,00%
CDI (ano)
10,54%
TJLP - Taxa de juros de longo prazo (trimestre)
5,00%
TR - Taxa referencial (mês)
0,0057%
Poupança (mês)
0,500%
14/04/2014 20h10 | Thomson Reuters

COMMODITIES
ÍNDICE
VARIAÇÃO (%)
VARIAÇÃO (PTS)
COTAÇÃO (US$)
Prata
-
+0,03
19,95
Platina
-
+1,85
1.461,75
Petróleo WTI
+1,07%
+1,01
95,25
Ouro
-
+1,40
1.327,50
Petróleo Brent
+1,53%
+1,64
108,97
Paládio
-
+0,40
806,50

Artigo do Professor Tim sobre sectarismo e intransigência na oposição política a Gonçalo Diogo.

Sectarismo, intolerância maniqueísmo, ideologia do progresso na oposição política a Gonçalo Diogo!
Se o governo Gonçalo Diogo tem pecados graves de sectarismo, de intolerância e de fechamento político e administrativo, não é muito diferente a oposição política. Marcada por características políticas parecidas com o atual governo.
Por oposição política a Gonçalo Diogo, para melhor situar, compreende várias lideranças políticas e parlamentares: Ex-prefeitos Marcos Alberto, Acácio e Paulo Evangelista e seus grupos políticos; bem como os vereadores Kapita, Karla Loiola, Toinha do Capitão, Rejane, Denílson e Kátia Santos, além de suplentes diversos e outros.
Partido Comunista do Brasil (PC do B), Partido Social Liberal (PSL), Partido Social Democrático (PSD), Partido Popular Socialista (PPS), Partido Republicano da Ordem Social e Partido Socialista Brasileiro (PSB), fazem parte da ampla frente de oposição partidária ao governo Gonçalo Diogo, inclusive, com formação de blocos parlamentares na Câmara.
Á já fortalecida oposição ao prefeito Gonçalo, o vice prefeito Sérgio Brito rompeu politicamente com o prefeito Gonçalo, cujo ápice seria o rompimento do próprio Partido dos Trabalhadores, em reunião do diretório municipal prevista para o final do mês.
Pois bem. Definindo quem faz a oposição política e partidária, voltemos ao título principal. Falando de sectarismo, maniqueísmo, ideologia do progresso da oposição ao governo Gonçalo.
Essa oposição política é sectária não de agora, mas faz tempo. Muitos dos atuais membros da atual oposição a Gonçalo Diogo, foi a mesma que praticou o mais alto grau de sectarismo político contra o ex-prefeito Marcos Alberto.
O próprio vereador Denílson, alguns ex-vereadores e o Acacismo, grupo político liderado pelo ex-prefeito Acácio, entre outros ativistas e políticos; fizeram a mais dura e radical campanha denuncista contra um gestor público novarussense. Denuncismo político visando apenas defender interesses pessoais e políticos e contrariados. 
Campanha de satanização, de descontrução e de destruição da imagem e da honra do ex-prefeito Marcos Alberto, que visava apenas o poder pelo poder. Poder para preservar benesses, cargos e apadrinhamentos.
Para tal oposição política a Marcos, o vice prefeito Paulo Evangelista representava um Messias Salvacionista. Paulo Evangelista simbolizava o paraíso social e administrativo. Conduziria o povo de Nova Russas à terra do leite e do mel, mostrando o pote de ouro após o paraíso.
Tudo mentira da campanha sórdida, mentirosa e fascista contra Marcos Alberto. Paulo Evangelista não fez nada por Nova Russas. Governou apenas para uma panelinha de desmamados. Considerado um dos piores prefeitos da história, pegando a pecha de mentiroso. 
O próprio ex-prefeito Marcos Alberto, que realizou muita obras nos 15 meses de governo, foi vítima dos próprios erros políticos. Seu governo era fechado e sectários para os opositores. Marcos Alberto ouvia apenas os Eulaia, o Sebastião Mano, entre outros liderados e militantes Azulões.
A própria Karla Loiola praticou, numa canetada parlamentar, um dos gestos mais autoritários da história da Câmara dos Vereadores de Nova Russas. Cassou, pelo decreto 201 da ditadura militar, os mandatos dos vereadores Socorrinha Arraes e Raimundo Juvêncio.
O mais estranho é a união política do junto e misturado entre Acácio (Acacismo) e Marcos Alberto (Grupo Azulão), após guerra política radical e violenta, em que o mais prejudicado foi o ex-prefeito Marcos Alberto. Prejudicado em vários aspectos.
O próprio Acacismo, hoje na oposição radical ao prefeito Gonçalo Diogo, não foi diferente de Gonçalo Diogo em nada. Os três governos de Acácio não foram mudancistas em vários setores. Um de suas maiores obras foi o Parque da Cidade, considerado um elefante branco sem serventia alguma.
Governos de Acácio foram nepotistas, centralizadores, fisiológicos na relação com o parlamento local. E até mesmo deixou algumas obras inacabadas e o salário de 2008 dos servidores sem pagar.
Hoje Acácio e Marcos Alberto estão unidos numa guerra mais jurídica e denuncista do que política ao prefeito Gonçalo Diogo. Gonçalo é sistematicamente denunciado no TCM (várias Tomadas de Contas Especiais -TCE), no Tribunal de Justiça, no Tribunal Regional Eleitoral por crimes eleitorais.
A judicialização política contra o prefeito Gonçalo visa a moralidade e a transparência, mas mais atrapalha do que ajuda a oposição. Prejudica o próprio município de Nova Russas, pois há o risco de bloqueio de verbas e de transferências federais para o nosso município.
Se, por um lado, tem que haver o denuncismo, por outro, politicamente e administrativamente, a oposição política não consegue nada. Não conseguiu verbas para o hospital municipal e para a saúde pública, não conseguiu o asfalto urbano e dos distritos de Espacinha e de São Pedro, nada fez para conseguir mais recursos hídricos. 
Oposição nada faz pela engenharia do tráfego, pela reforma do mercado velho, pelas obras estruturantes, pela segurança pública, por novos cursos universitários, pela revitalização do centro etc. 
A oposição política não sabe aproveitar os erros políticos em benefício político grupal. Faze é praticar os mesmos erros políticos. Faz  o mesmo que Gonçalo faz no exercício do poder.
Na Câmara, a bancada de oposição não faz uma oposição inteligente. Vereador Denílson num discurso maniqueísta e vazio de hegemonista da ética e da política do bem, esquecendo-se de que nunca teve uma boa produção legislativa e que pouco fez pelo distrito de Major Simplício -que Nova Russas agradeceria muito se pertencesse ao município de Hidrolândia.
Vereadora Toinha do Capitão exerce uma liderança de oposição apenas para uma briga paroquial de São Pedro com o vereador Teixeira. Karla Loiola é sempre raivosa, Kátia Santos continua moderada na oposição, Rejane faz um oposicionismo acacista, Kapita precisa liderar a oposição.
Oposição tem que fazer oposição a Gonçalo Diogo, mas não pode ser de forma exagerada. Não pode apenas bater e bater. Apenas criticar por criticar. Tem que apresentar soluções para os graves problemas de Nova Russas.
Oposição tem que colocar Nova Russas acima da mediocridade do governo Gonçalo Diogo. O desenvolvimento e a identidade novarussenses estão acima de tudo. Novarussensidade é superior.
Oposição não pode apenas ficar culpando Gonçalo Diogo por todos os problemas, por tudo que não presta em Nova Russas. 
Ficar jogando toda a culpa maléfica para o prefeito Gonçalo Diogo.
Sob pena, e não vai demorar, parte da oposição política culpar o prefeito Gonçalo por um grave sinistro ocorrido na década de 80:
Queda da Torre da Igreja Matriz.
________________________________
Autor do artigo: Professor Tim é cientista político e assessor parlamentar do vereador Kapita.

Coluna do Professor Tim sobre o casamento celebridade de Érica e Cândido.

Princesa Érica celebrou 'Casamento do Século' com o príncipe Cândido no Domingo de Páscoa!
No último domingo, 20 de abril, celebrativo da ressurreição Pascal de Jesus Cristo -Senhor e Salvador da Humanidade-, todos os caminhos levavam à Fazenda Ipueira Velha para o casamento da princesa Érica Holanda Pedrosa e seu príncipe Cândido Martins.
Casamento de Érica e de Cândido, assistido e presenciado por um grande público, foi coisa de cinema. Érica e Cândido realizaram o casamento do Século. Casamento para marcar a história matrimonial de Nova Russas e da região.
Em cerimônia presidida pelo padre Messias, da Paróquia Nossa Senhora das Graças, que abençoou as alianças dos noivos; o casamento de Érica (diretora geral da Timbaúba FM) e de Cândido une duas cidades: Nova Russas e Hidrolândia. Une duas famílias importantes: Pedrosa e Martins Torres.
Que o casamento de Érica, filha do grande Washington Pedrosa e da presidenta da Câmara [Socorrinha Holanda], e de Cândido, na saúde e na doença, fiéis e se amando até que a morte os separem, tem tudo para ser eterno e chegar nas bodas de diamante. Érica e Cândido são amorosos, simpáticos, bonitos e inteligentes. 
Pois o que Deus uniu, ninguém separa!
Celebridades políticas no casamento de Érica e Cândido...
Verdadeira romaria de celebridades políticas regionais estiveram no casamento de Érica e de Cândido, realizado no Domingo de Páscoa. Melhor prefeito da história de Tamboril e pré-candidato a deputado estadual, Jeová Mota, esteve presente. 
Bem como o deputado estadual Vanderley Pedrosa, os prefeito de Catunda [Tony Jorge] e de Nova Russas, Gonçalo Diogo; os ex-prefeitos Chico Rosa e Iranede Veras, vários vereadores [Teixeira, Denílson, Pedro Lira, entre outros]; além de secretários municipais (Ana Costa, da Cultura; Professor Reginaldo do Esporte, Dalva Abreu da Ação Social; e lideranças sociais e políticas de Hidrolândia, Catunda, Ipueiras, entre outros municípios.
Outra celebridade política que marcou presença foi o dinâmico advogado e pré-candidato a deputado estadual, Bruno Pedrosa (PSC). Bruno é primo da noiva Érica e filho do deputado Vanderley Pedrosa e de Adriano Torquato.
Casamento da esperança...
Consciente que será eterno e duradouro o casamento de Érica e de Cândido, a bonita advogada e esposa do deputado Vanderley Pedrosa, Adriana Torquato, estava elegantemente vestida de verde. E durante sua fala, pediu que o casal não se afastasse de Deus e de Nossa Senhora. 
Pedrosas, casamentos e clãs...
Se uma das funções do casamento, além de perpetuar a espécie, é unir famílias e pessoas, a família Pedrosa faz isso muito bem. Há membros dos Pedrosa casados com membros das famílias Holanda, Farias, Martins Torres, Linhares, Torquato etc.
Close, Martins Torres!
Até pelo fato do hoje esposo de Érica, Cândido, ser da tradicional e importante família Martins Torres, de Hidrolândia, tinha que contar com as presenças de seus familiares no casamento. Muitos Martins Torres vieram ao casamento, como prova a fotografia oficial deles.
Agora a foto dos Pedrosas!
Exatamente por ser Érica uma legítima Pedrosa, nada mais natural que os Pedrosas comparecessem em massa ao casamento dela. A começar pelo tio e deputado estadual, Vanderley Pedrosa. Seu pais, Socorrinha e Washington Pedrosa. Funcionário aposentado do Banco do Brasil, Marcos Pedrosa, e a esposa Lucídia. E o Tio Naú e a esposa Regina; e as tias Ellen, Ana Carlota, Gracinha e Clara Pedrosa e esposo Dr. Cláudio, além de Teresinha e de José Pedrosa. Foto para ficar na história.
Medicina casamenteira...
Médico pediatra dos mais conceituados, o Dr. Rafael Pedrosa era um dos mais felizes com o casamento da sua irmã, Érica. Até trabalhou como garçon em algumas oportunidades. 
Teve até música clássica...
A bela Sulamita, filha do Samuel, deu um show de música clássica, tocando magistralmente em seu piano os maiores clássicos. Só não tocou o brega Cofrinho de Amor, música pedida por um parente de Cândido.
Ausências mais do que sentidas...
Exatamente pela fama que carregam de glutões e de comilões, as ausências do Carlim Pamonha e do Catam foram bastante sentidas, por conta da fartura de comida no casamento de Érica e de Cândido. Já não se fazem mais glutões como antigamente.
Túnel do tempo...
Que fim levou o Dr. George Washington, que não esteve presente no casamento da irmã Érica com Cândido?
É o novo!
Novarussense das antigas, lembrando que nos anos 70, celebrou o grande casamento de Washington, funcionário do Banco do Brasil, com a Rainha do Algodão, Socorrinha Holanda.
________________________________
Colunista: Professor Tim é cientista político e pré-candidato a Secretário Geral da ONU.

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Coluna do Professor Tim sobre Luciano do Valle e sua genial narração esportiva.

Não há palavras para definir Luciano do Valle: genial narrador esportivo dos esportes!
Está morto e enterrado Luciano do Valle, o maior locutor/narrador de todos os esportes. Narrava com genialidade qualquer esporte. Não apenas o futebol.
"Gooooooooooooolllll.Golaço de craque. Gol para ir embora. Genial. Craque dos craques"
Foi a narração de Luciano do Valle no golaço do craque e hoje comentarista da Rede Bandeirantes, Neto, durante jogo do Guarani de Campinas contra o Palmeiras.
"Olha o gol, olha o gol. Não há palavras para descrever o golaço do 'Galinho de Quintino".
Falou, narrando, golaço magistral de Zico contra a Iugoslávia, ao dribar toda a zaga e marcar para a seleção brasileira, numa partida amistosa em Goiânia, transmitida pela Band.
Se gol é o grande momento do futebol, ficaria maior ainda na voz potente da narração de Luciano do Valle, quando espetacularizou o gol fenomenal de Ronaldo Fenômeno contra o Santos, na final do Paulistão.
Narração com emoção e competência todo e qualquer esporte. Seja o basquete e as cestas geniais de Hortência e de Magic Paula, as vitórias de Émerson Fittipaldi na F-1 e na Fórmula I ndy, as sacadas das jornadas das estrelas do vôlei campeão mundial. 
Até mesmo a sinuca, esporte considerado um esporte marginal, se eternizou com Luciano do Valle. O Brasil inteiro consagrou Rui Chapéu, grande campeão da sinuca e popularizado por Valle.
Daí ser conhecido como o Luciano do  Vôlei, do Basquete, da Sinuca, da Fórmula Indy. Admirado por todos os atletas e desportistas dos mais diversos esportes.
Foi um narrador completo e de grandes inovações. Empresário esportivo de idéias geniais, como o de tranformar a Band no canal do esporte. 
Luciano  do Valle era uma entidade esportiva. Um marco na narração esportiva. Narrador e locutor esportivo que reunia as qualidades de todos os outros narradores esportivos, inclusive, superior em muito a Galvão Bueno, da Globo.
O vozeirão de Luciano do Valle eternizou grandes momentos dos maiores times e clubes do futebol brasileiros, exemplo maior do São Paulo.
Ausência da narração esportiva de Valle vai deixar um vazio muito grande. Não há substituto à altura. Não vai aparecer tão cedo outro igual ou superior a Valle.
Toda a crônica esportiva continua chorando muito a perda do seu maior narrador esportivo.
Vai para o Céu, Luciano:
Narrando do Céu o Hexa do Brasil!.
Enterro foi em Campinas...
Morto durante viagem de avião entre São Paulo-Uberlândia, onde iria narrar Corinthians versus Atlético Mineiro, na abertura do Brasileirão 2014, aos 66 anos, Luciano do Valle foi velado e enterrado no Cemitério Parque Flamboyant, em que compareceram a esposa Flávia e milhares de pessoas. Cemitério Flamboyant fica em Campinas, interior de São Paulo, que é a terra natal dele.
Milton Neves definiu Luciano...
Enquanto narrador esportivo espetacular, o jornalista e blogueiro Milton Neves, um dos mais conceituados do Brasil, definiu bem Luciano do Valle narrador esportivo. Como a síntese da voz de Geraldo José de Almeida, a emoção de Joseval Peixoto, os bordões de Sílvio Luiz e de Januário de Oliveira, a técnica magistral de Galvão Bueno.
Empregou boleiros na Band...
Chefe do departamento de jornalismo da Band, Luciano do Valle comprou uma briga feia com o corporativista Sindicato dos Jornalistas, quando resolveu empregar jogadores de futebol como comentaristas esportivos. Jogador Neto foi um deles.
Treinador master de craques...
Treinou na seleção de Masters, que ele fundou e organizou em transmissões espetaculares, os grandes craques do futebol brasileiro. Pelé e Rivelino foram dois deles.
A.L e D.L...
Antes de Luciano e depois de Luciano, a questão dos esportes amadores do Brasil, especialmente o Vôlei. Luciano, como empresário da Luck Esportes, trouxe para o Maracanãzinho , com narração da Band, o jogo do vôlei brasileiro. Assim fez também no basquete e nas lutas de boxe.
Mecenas do Maguila...
Foi graças a Luciano do Valle, principal patrocinador, que o pedreiro desempregado Adílson Rodrigues Maguila se tornou um boxeador famoso. Até levar aquele soco do Evander Hollyfield, que o Luciano chamou de espetacular.
Mestre do Marketing Esportivo...
Era um genial empresário das transmissões. Em cada esporte, por exemplo, fazia com que os públicos se identificassem com seus esportes. Rui Chapéu, por exemplo, ao vivo, na Band, usava seu boné de malandro.
50 anos de carreira...
Transformou-se no maior narrador esportivo do Brasil, tendo sido narrador da Rede Globo. Tinha voz espetacular e potente. Sabia narrar como ninguém na televisão, que não é fácil.
Túnel do tempo...
Que fim levou a Paula Vinhas, ex-mulher do Luciano do Valle?
É o novo!
Telespectador antigo da Globo lembrando que, em 1982, Luciano narrou chorando a derrota do Brasil para a Itália no estádio Sarriá, na Copa do Mundo da Espanha.
_______________________________
Colunista: Professor Tim é cientista político e especialista em narração esportiva.

Artigo do Professor Tim sobre sobre a crise comercial e empresarial do centro de Nova Russas.

Centro Comercial e empresarial de Nova Russas está praticamente falido. Novos centros comerciais e empresariais estão surgindo!
Não muito diferente de outras cidades de colonização urbana portuguesa, formadas a partir de uma praça, de uma igreja e de outros equipamentos urbanos na região do centro, Nova Russas também é uma civilização urbana radioconcêntrica.
Em torno da Praça e da própria Igreja Matriz, desde sua fundação e povoamento, Nova Russas se desenvolveu integralmente na região central. 
No centro de Nova Russas, formada pelas ruas e avenidas (General Sampaio, Antonio Joaquim de Sousa, Monsenhor Holanda, Alípio Gomes, Bartolomeu Araújo, Manoel Peixoto, entre outras), fica a base principal do sistema financeiro, econômico, religioso, comercial e empresarial etc.
As próprias agências e sedes do Banco do Brasil, do Banco do Nordeste, do Bradesco; dos Correios, da Coopero, do SAAE, da Prefeitura, entre outros organismos financeiros e administrativos.
Mas a questão central do centro é a existência das atividades comerciais e empresariais ali concentradas. Ali estão bares mercearias, mercantis, bodegas e supermercados; Boa parte das lojas, das boutiques, dos armarinhos; farmácias e drogarias; casas de materiais de construção, funerárias, frigorícios, restaurantes, entre outros tipos de comércios.
Mas o centro comercial e empresarial já não é mais o mesmo, passando por um processo de falência e de perda gradual de importância comercial e empresarial.
Seguindo o ritmo comercial e empresarial de Fortaleza , embora em menor escala, com suas várias zonas e centros comerciais diversos: Parangaba, Bezerra de Menezes, Washington Soares, Aldeota etc.
Em outros bairros, ruas e avenidas distantes do centro de Nova Russas, seja na periferia ou em geografias ricas, estão surgindos novos centros comerciais e empresariais. Novas zonas de comércio e de empresas.
No Conjunto Pantanal e na Lagoa do Mel, bem distantes do centro, estão concentrados grandes comércios e grandes empresas. A própria Disfrota, uma das maiores filiais da gigante AMBEV, se instalou naquela região novarussense.
O próprio conglomerado empresarial Lima, com posto de gasolina, hotel e revendedora de veículos modernos, fixou seus negócios por ali.
Fundado em 1988, o Conjunto Pantanal parece uma aréa comercial e empresarial com independência. Tem salões de beleza, lojas, borracharias, a empresa Multimarcas -a melhor da propaganda comercial; e até o Mercantil do Tizé.
O Hotel Magnum, da família Pinto Tavares, funciona perfeitamente naquele entorno, bem próximo do Posto Lima e de outros empreendimentos comerciais. Bem próximo também, fica uma loja climatizada com vendas de produtos diversos.
Outra área em expansão é a que fica na região da rodoviária. Merdinho Verde, um dos grandes do ramo supermercadista e    vendedor do milagroso óleo de avestruz, vende seus produtos por lá.
 O Vou Demais Sport Bar,  mistura de restaurante e casa de show para a classe média, concentra multidões naquele pedaço de Nova Russas, especialmente nos finais de semana.
A churrascaria Bela Brasa, melhor restaurante e churrascaria de Nova Russas e da região, sob organização do dinâmico Armando; tendo os melhores pratos e a melhor gastronomia regional, há muito tempo se instalou na região rodoviária.
Enquanto a Avenida J. Lopes Pedrosa já é um corredor comercial de muitos estabelecimentos comerciais e empresarial, com destaque para oficinas de motos, padarias e pizzarias.
A avenida prefeito José Gonçalves Rosa, justa homenagem ao pai do ex-prefeito Chico Rosa, tem muitas pizzarias e padarias, como também venda de sushis e culinárias japonesas e asiáticas.
O Bairro da Timbaúba, principal geografia urbana dos ricos e dos emergentes locais, há muito é uma Bezerra de Menezes novarussense. Tem ótimos restaurantes, tem postos de gasolina, tem condomínios comerciais de luxo, tem a casa de peças do Chiquinho Felipe etc. etc.
Até o Tamarindo, considerada uma área periférica, já tem seus investimentos comerciais e empresariasi, com destaque para pizzarias, lavajatos e oficinas de peças.
Até mesmo o Morro da Gaiola, as Quatro Bocas, o Jovinão e o Alto da Boa Vista, considerados as periferias das periferias, já tem sua vida comercial e empresarial próprias. Até mesmo Lan Houses e academais de ginástica, em que o 'Veloso Bombado' malha sua 'barriga sarada' numa delas. 
Mas o centro comercial e empresarial que os outros não tem. Uma feira livre de frutas e de verduras da melhor qualidade, onde muitos vão comprar.
É preciso que o prefeito Gonçalo Diogo e demais autoridades ajudem a revitalizar o nosso centro comercial, residencial e empresarias, com ações diversas.
Não deixem o nosso centro morrer...
________________________________
Autor do artigo: Professor Tim é cientista político e historiador.

sábado, 19 de abril de 2014

Novamente uma ótima postagem de belas e sensuais mulheres para os punheteiros virtuais de plantão.















Artigo do Professor Tim sobre Psicologia Comportamental sobre os vários grupos humanos e coletivos.

Primeiro tratado global de psicologia comportamental para grupos sociais e coletivos!
Não apenas sobre categorias estanques das emoções, dos sentimentos, dos ações e reações presentes nos estudos sistemáticos dos psicólogos e da psicologia comportamental.
Não apenas a conceituação Behaviorista dos reflexos condicionados. Mas por uma visão amplas de fatos ontogenéticos, filogenéticos, entre outros. Tratando de experimentos da interdisciplinaridade.
Vamos ao que interessa.
Primeiro grupo social é o de drogados de todos os tipos: maconheiros, alcoolatras, cocainômanos, viciados em crackViciados do Crack no Brasil e cigarro etc. Comportamento quase igual e muito parecido no cotidiano de suas vidas drogadas.
Drogados de uma vida sem sentido algum. Amanhecem e anoitecem usando suas drogas na dependência sistemática e aumentativa. Viciados em cigarro procuram até pontas de cigarro no lixo, viciadas em crack fazem sexo sem camisinha apenas por uma pedra, bebâdos fazem tudo por um trago de cachaça etc.
Vivem sem motivação, sem perspectiva, sem estudo e sem trabalho. Não se misturam com outras pessoas. Geralmente agressivas. Cobaias de traficantes.
Já os principais comportamentos de grande parte dos membros do aparelho policial militar são os da paranóia da insegurança e do maniqueísmo do bem. Acham que os bandidos estão em todo canto e que qualquer civil é suspeito de ser criminoso, e que representam o bem da sociedade contra o mal do bandido.
Mesmo maniqueísmo do bem que contamina os políticos de esquerda, que se acham sempre acima da moral dos outros. Se acham os políticos mais perfeitos. Sem erros. Semideuses da ética política.
Todo jogador de futebol tem o complexo de Pelé. Quer ser o camisa 10, marcar todos os gols. Individualista. Acima do coletivo. Não entendendo que um time ou uma seleção para vencer, é a soma de todos.
E os médicos se acham os deuses de todas as profissões. Sacerdotes da vida e da morte, achando que podem tudo. Até mesmo se achando superiores a Deus, tentando fazer milagres como Cristo fez.
Os professores tem um certo psiquê complexo de superioridade sobre alunos, achando que os alunos nada sabem. Que são monopolistas absolutos do saber, da educação e da pedagogia etc.
Os pobres garis, sem auto-estima, acham que são lixos humanos. Exatamente porque trabalham com lixos diversos. Não se importanto de trabalharem sem luvas, sem roupas adequadas, sem direitos sociais e trabalhistas etc.
Padres católicos continuam com a Síndrome Peter Pan, adorando crianças como seres preferenciais. Até mesmo na parte mais proibida.
E os pastores evangélicos continuam se comportando como cobradores de impostos. Especialmente do dízimo devido pelos fiéis e obreiros. Mantra deles é repetir que o dízimo não foi pago, pois Deus é fiel.
Já as gangues de rua se perdem na falta de individualidade, em que os comportamentos individuais se acabam na agressão e violência coletivas dos gangueiros.
Tem muitos outros grupos coletivos.
Ficam para o próximo tratado!.
_______________________________
Autor do artigo: Professor Tim é cientista político e estudioso da Psicologia Comportamental. 

Artigo do Professor Tim sobre a Segunda Vinda de Cristo e os pentecostais/neopentecostais e a Teologia da Prosperidade.

E se Jesus voltasse à Terra, o que faria em relação aos Pentecostais, Neopentecostais e à Teologia da Prosperidade?
Se perguntar já é bom, perguntar sobre Jesus Cristo e sua segunda vinda à Terra, é muito melhor. Ótimo para todos, até porque é sempre espera a Segunda Vinda de Cristo: Santo dos Santos, Profeta dos Profetas, Senhor e Salvador, Deus que se fez verbo etc.
A crença milenarista do retorno de Cristo, após a Guerra do Armagedom [no Vale do Megido, norte de Israel, ] e o grande tribulação, vindo, após, o arrebatamento dos crentes arrependidos e convertidos, está presente especialmente entre católicos messiânicos e protestantes/evangélicos fundamentalistas.
Mas admitamos a vinda de Cristo, em carne e osso, para novamente pregar o amor, a palavra de Deus por meio de parábolas. Acreditemos piamente no retorno fundamentalista de Cristo, para salvar a Humanidade dos pecados e das obras da carne.
Mas a vinda do mesmo Cristo que nasceu e morreu há cerca de 2014 anos crucificado na Cruz do Calvário, cuja Semana Santa celebra sua paixão, morte e ressurreição ao Céu na Páscoa do próximo domingo, mas não de um impostor/safado e vagabundo tipo Inri Cristo.
Mas voltemos ao título principal, que mistura volta e o que Cristo faria em relação aos pentecostais/pentecostais vinculados à Teologia da Prosperidade, corrente teologica de várias denominações de várias denominações evangélicas?
Pois bem. A própria Festa de Pentecostas, que inspirou e formou os Pentecostais e Neopentecostais da Teologia da Prosperidade, aconteceu 50 dias depois da Ressurreição de Cristo, ou Páscoa. Festa que os escolhidos e batizados no Espírito Santo recebiam os dons pentecostais: curas espirituais, falação de línguas estranhas, milagres diversos etc.
Portanto, assim, os movimentos pentecostais e neo-pentecostais da Teologia da Prosperidade, seriam novidade para Jesus Cristo. Cristo não poderia dizer muito sobre eles.
Até porque no seu tempo histórico e religioso existiam outros grupos religiosos. Fariseus (pequenos comerciantes/artesãos conservadores na religião), Saduceus(grandes proprietários e aliados do Império Romano), Escribas (intérpretes das escrituras sagradas), Essênios (sacerdotes radicais e sectários); Ou os Zelotas: proletariado ateu e não religioso.
Voltemos ao retorno de Cristo e seu pensamento sobre pentecostais, neopentecostais e a Teologia da Prosperidade.
Tudo bem que não faria nada, mas Cristo passaria a ser protagonistas. Todos os dons, milagres e poliglatolia das línguas estranhas (de fogo) seriam de sua exclusividade. Não permitiria a ninguém curar leprosos, ressuscitar alguém (como fez com Lázaro)Juan de Flandes 001.jpg, transformar água em vinho, multiplicar os peixes, andar sobre as águas do Mar VermelhoPo vodam.jpg etc.
O milagroso seria apenas Jesus Cristo, e não pastores pentecostais evangélicos da Assembléia de Deus, Monte de Oração, Reconstruir em Cristo, Internacional da Graça, Fonte Água, Renascer, entre outras.
Só Jesus Cristo faria pessoalmente todos os donos e milagres diversos, e não obreiros, pastores e bispos das igrejas evangélicas neopentecostais: Deus é Amor, Igreja Mundial, Igreja Universal do Reino de Deus -IURD.
Como expulsou os vendilhões do templo do tempo em que viveu na Terra, na 2ª vinda, não pouparia os vendilhões milagrosos da Teologia da Prosperidade, que prega uma vida de riqueza e de luxo. Muito diferente de Jesus Cristo, que odiava a riqueza e os avarentos.
Outra coisa. Jesus Cristo não faria milagres dentro dos templos luxuosos e capitalistas das igrejas pentecostais e neopentecostais. Seus milagres seriam realizados em casebres das favelas e dos bairros pobres.
Em relação ao satanás, principal inimigo na guerra espiritual dos pentecostais e dos neopentecostais, seria um ponto em comum. Jesus, como fez na sua época, novamente resistiria a qualquer tentação diabólica do satanás para perverter o mundo inteiro.
Não se converteria, também, às igrejas Universal e Mundial, respectivamente, do bispo MacedoCapa do livro "O Bispo - A História Revelada de Edir Macedo" e do Apóstolo Valdemiro Santiago. E cassaria o falso título de apóstolo do Valdemiro.
E não seria difícil que Jesus Cristo pedisse a imediata prisão de pastores e bispos neopentecostais, por prática de charlatanismo e outros crimes sociais e religiosos. 
E se Cristo voltar à Terra novamente, que não seja mais no Oriente Médio. Que seja na Pátria do Evangelho e do Cristianismo: Brasil!
Pois Deus é brasileiro!.
________________________________
Autor do artigo: Professor Tim é cientista político e religioso adepto da Teologia da Libertação inspirada em Jesus Cristo. 

Matéria do Blog do Jesus Costa sobre ônibus misterioso.

MAIS UM ÔNIBUS MISTERIOSO...

Segundo informações que tive, ventilou-se na última Sessão da Câmara Municipal de Nova Russas uma informação de que um ônibus de propriedade da R3, empresa que presta serviço de sublocação de veículos para o transporte escolar da Prefeitura Municipal de Nova Russas, estaria em desuso a aproximadamente um ano, encontrando-se o mesmo parado na Secretaria de Obras.
Muitos são os questionamentos: O ônibus da foto acima, pertence mesmo a R3??? Estaria o referido veiculo listado para o transporte de estudantes??? Por que este ônibus está parado sem uso, enquanto os estudantes estão no Pau de Arara??? Estaria o veiculo parado a mais de um ano??? Estaria recebendo a R3 por um veículo parado???

Muitas são as dúvidas, e que aguardamos esclarecimentos...

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Artigo do Professor Tim sobre governo Gonçalo Diogo.

Teoria Geral de Administração Pública na doutrina e na ideologia e nas ações de Gonçalo Diogo!
Prefeito de Nova Russas, Gonçalo Diogo, não é uma personalidade política distante do que seja administrar alguma coisa. 
Gonçalo Diogo administrou com competência na iniciativa privada, quando transformou a DIMODAS numa das maiores empresas de Lingerie do Nordeste.
Fato: sua administração empresarial e moderna na DIMODAS compreendia aplicação competente das mais  teorias diversas da administração: Fordismo, Taylorismo, entre outros, compreendendo a racionalização e produção industrial planificada e regulamentada.
Ponto crítico: mas a administração privada da DIMODAS é muito diferente da administração pública da Prefeitura de Nova Russas. Primeira desvantagem é a estabilidade no emprego dos servidores públicos da Prefeitura que os empregados da DIMODAS não possuem. 
Mais. Administração Pública de uma Prefeitura não é como gerir um negócio empresarial tipo DIMODAS, porque não dá para fazer tudo que o prefeito quer e deseja.
Não dá, por exemplo, para demitir por justa causa um servidor público concursado e estabilizado preguiçoso e corrupto, para que o Sindicato dos Servidores e a oposição não digam que é perseguição política.
Outra probição politicamente falando para um prefeito fazer é reduzir a folha de pagamento, cortar gastos na educação e na saúde, entre outras coisas, como se faz numa empresa particular para gerar lucros e resultados, até porque deixa um prefeito totalmente desgastado junto à opinião pública.
Acho que você compreendeu as diferenças entre gerir uma empresa privada tipo DIMODAS e uma empresa empresa pública tipo Prefeitura de Nova Russas. Daí as dificuldades do prefeito Gonçalo Diogo em governar a administração pública novarussense.
Na DIMODAS, Gonçalo Diogo podia tudo. Gerenciava a DIMODAS sem ter que dar satisfação a ninguém. Algo comum em qualquer empresa privada.
Algo que é diferente na administração pública. Gestão Pública da Prefeitura de Nova Russas, tem uma série de regras e de mandamentos públicos. Prefeito Gonçalo Diogo não pode fazer tudo que ele quer e deseja.
Mas entre o que ele pode fazer e o que ele deseja fazer e não pode, existem os princípios básicos e éticos da administração pública: Legalidade, Impessoalidade, Moralidade, Publicidade e Eficiência.
E os próprios princípios constitucionais acima, válidos para qualquer administração pública, parece que não são bem aplicados pela atual gestão, bastando ver o número de Tomadas de Contas Especiais (TCE) no Tribunal de Contas dos Municípios -TCM, denunciando irregularidades diversas: licitações viciadas, malversação do dinheiro público etc.
E a própria gestão, ainda, negando tais princípios, beneficia muito mais a família Diogo e seus agregados familiares, do que particularmente o povo novarussense.
Parece ter sido sem sentido o presente texto até agora, pois ainda não existe uma administração pública do governo Gonçalo Diogo. Mais uma Prefeitura sem prefeito em 16 meses e 20 dias de governo.
Não é governo de muitas obras, pois a única obra foi a Ponte dos 4 prefeitos -que liga o casarão assombrado de leite à falida maternidade Sinhá Farias. Já o prédio do INSS, citado como obra do governo municipal, é obra federal.
A própria reforma do Hospital Municipal, foi mais uma anti-reforma. Tudo bem que climatizaram a recepção, mas a infra-estrutura global precisa de uma grande reforma.
Pois bem: tudo porque, politicamente, o prefeito Gonçalo Diogo não conseguiu emendas para obras municipais. E não dá para governar Nova Russas sem recursos e emendas estaduais e federais.
Sei não: mas a gestão Gonçalo Diogo está próxima da Teoria do Caos na administração pública. Serviços públicos essenciais deficitários: lixo acumulado em algumas áreas urbanas, ruas sem saneamento básico, rio curtume totalmente assoreado poluído, água podre e preta vendida pelo SAAE.
A própria educação, que não é culpa apenas do atual governo, foi reprovada recentemente nas provas do SPAECE/ALFA. E a saúde pública não saiu da UTI, em urgências e emergências que não funcionam.
O próprio mercado velho, um dos símbolos culturais e históricos de Nova Russas, vive sua pior fase de abandono. Virou cenário preferido para os marginais comuns praticarem atos de intolerância e da violência urbana.
As próprias secretarias municipais pouco funcionam, o que não é aceitável. Duvido que o prefeito Gonçalo Diogo não exigisse produtividade dos seus gerentes e comissionados da DIMODAS.
Se ainda não é uma administração pública, o governo Gonçalo Diogo também não tem ideologia e doutrina. Não é neoliberal, porque não privatizou nada, nem mesmo o cemitério municipal e o mercado velho. 
Não é Keynesiano, porque o prefeito Gonçalo não instrumentalizou a Prefeitura de Nova Russas para fazer investimentos e realizar muitas obras. Nem mesmo construiu o galpão das crocheteiras para vender croché, comercializado no meio da chuva e do sol.
Marxista e nem esquerdista, porque Gonçalo ainda não estatizou empresa municipal alguma. O próprio SAAE, que é uma autarquia, mais parece uma parece uma empresa patrimonialista de interesses privados.
Ao mesmo tempo em que a gestão local não anda, parada na inércia, a crise política governista corre acelerada. Além da perda de vários vereadores e apoiadores do governo, o vice prefeito Sérgio Brito rompeu politicamente com Gonçalo Diogo.
Se cada povo tem o governo que merece, o governo Gonçalo Diogo é o nosso governo.
Governo fraco que não avança!
Povo de Nova Russas não merecia.
________________________________
Autor do artigo: Professor Tim é cientista político e assessor parlamentar do vereador Kapita.