terça-feira, 2 de setembro de 2014

Artigo do Professor Tim sobre pontos fortes e fracos dos candidatos à Presidência da República.

Notas presidenciáveis sobre pontos fortes e fracos os candidatos a Presidente da República!
Eleição presidencial no Brasil tem 11 presidenciáveis, sendo que três são mulheres. 11 candidatos que representam os mais diversos partidos e as mais diferentes ideologias, doutrinas e pensamentos políticos. Oriundos e representando setores sociais proletários, classe medistas e burgueses.
A feminista lésbica Dilma Roussef é candidata à reeleição, querendo renovar seu governo de resultados péssimos na economia: baixo crescimento econômico, déficits na balança comercial, recessão e desemprego em massa, retorno da inflação etc.
Seu ponto forte é a política de transferência de renda, vulgo Bolsa Família e outras bolsas remuneradas para os setores mais excluídos e lascados do povão, espécie de esmola institucional para garantir apoio nas classes mais populares, entre outros programas sociais.
Fato de ser neto do ex presidente Tancredo e de representar a visão moderna e democrática de governar do PSDB, o senador Aécio Neves tem um conjunto de idéias para a gestão governamental: enxugamento da máquina e corte de metade dos atuais 40 ministérios, desaparelhamento do Estado e meritocracia nas nomeações, fortes investimentos na educação e na saúde, parcerias com a iniciativa privada etc.
Sua fraqueza decorre dele suceder a herança maldita das privatizações e do estado mínimo da Era FHC, quando nossas estatais foram privatizadas e vendidas a preço de banana. Embora se ressalve a necessidade de algumas privatizações e a importância de FHC na estabilidade da moeda, questões sempre lembradas pelo tucano presidenciável Aécio Neves. 
Já Marina Silva, hoje na vice liderança das pesquisas, representaria a questão da luta ecológica, da moralidade e da ética, de uma nova forma de fazer política a partir da democracia direta e do estado mobilizador via ong's, movimentos sociais e entidades da sociedade civil organizada.
Seus pontos fracos seriam de ser uma ecoxiita entreguista da Amazônia para os grandes capitais financeiros internacionais e de ser vinculada ao Banco Itaú e alguns grandes bancosFoto de Mara Fuseto., como a questão dela defender a autonomia do Banco Central.
Dilma (PT), Aécio (PSDB) e Marina (PSB) formariam o chamado G-3 do Consenso de Washington e da ordem econômica globalizada.
Defensores da atual macroeconomia do superávit primário, do defícit nominal e dos juros para reduzir a inflação sob recessão econômicas. 
Direitistas e conservadores econômicos que representariam apenas os grandes bancos e as grandes empresas nacionais e multinacionais.
Eymael, um democrata cristão do PSDC, representa a velha direita da democracia cristã brasileira e do estado forte nos moldes de Mussolini. Pastor Everaldo, do PSC, é o candidato da tradicional família brasileira contra o aborto, o casamento gay e o estado laico.
Se acerta em condenar a atual política macroeconômica e defender auditoria na dívida pública, a candidata do PSOL, Luciana Genro, erra muito em radicalizar na defesa sectária dos chamados direitos homoafetivos da comunidade LGBTT.
Luciana Genro, para ser mais coerente contra a homofobia, deveria assumir seu orgulho lésbico. Seria um fato inédito na história das eleições presidenciais no Brasil.
Na mesma linha do pensamento econômico de Luciana Genro, o candidato do PRTB, Levy Fidelix é o candidato da medica exótica do Aerotrem e quer o fim da agiotagem rentista dos bancos. O problema é que Levy Fidelix não tem chance alguma e virou um político profissinal em disputar eleições sucessivas que nunca ganha.
Na extrema esquerda Trotskista, ligados aos PSTU e PCO, o jornalista Ruy Costa Pimenta e o operário José Maria disputam a Presidência com propostas colevistas e estatistas de controle total dos meios de produção nas mãos da classe operária. E a institucinalização da democracia como valor histórico e o fim do pluripartidarismo.
Com base na doutrina Marxista-Leninista estatizante do velho Partidão, o ator Mauro Iasi disputa a presidência pelo PCB, fundado em 1922.
Já Eduardo Jorge, do PV, mais parece um ecologista tantã do que um presidenciável. Desequilibrado. Gago, ninguém entende o que ele diz nos debates. Não tem chance alguma. Vai rodar feio em torno de suas propostas de defesa do aborto e de legalização da maconha.
Agora escolha o seu presidenciável!
Porque o meu eu já escolhi!
Mas com um detalhe:
O voto é secreto!.
_________________________________________
Autor do artigo: Professor Tim é cientista político e pré-candidato a Secretário Geral da ONU.

Artigo do Professor Tim sobre a ingovernabilidade n República Diogo.

Flagelo coletivo da falta de água, ingovernabilidade e o caos urbano na República Capitalista de Gonçalo Diogo!
Durante 50 anos a família Diogo tentou conquistar o poder político e administrativo na Prefeitura de Nova Russas, desde as candidaturas oposicionistas do saudoso Manoel Diogo Neto [1962/1982] e das disputas 'prefeituráveis' de seu filho Manoel Souto Diogo Filho, o 'Dioguinho' [1992-1996].
Mas quem conquistou finalmente o poder político e administrativo para a poderosa família Diogo foi o empresário [dono da Di Modas, uma das maiores empresas de moda íntima do Nordeste] Gonçalo Souto Diogo, em 2012, ao vencer a médica e candidata do Acacismo, doutora Daniela por cerca de 48 votos de diferença.
Sonho realizado após 5 décadas.
Gonçalo Diogo representou a esperança de mudança e de renovação política e administrativa após 20 anos de gestões corporativistas do Grupo EMPA e dos desastres políticos do Grupo Azulão e do prefeito Paulo Mentira na Prefeitura de Nova Russas.
Suas promessas de campanhas e seus discursos pregavam as mudanças para melhorar a vida do povo de Nova Russas em todos os sentidos, especialmente tirar nossa saúde pública da UTI.
Promessas de campanha que não se transformarem em realizações na gestão do prefeito eleito e empossado Gonçalo Diogo, que está na Prefeitura há quase dois anos. Muito pouco do que Gonçalo Diogo prometeu foi realizado.
Hoje Nova Russas vive sua maior tragédia social anunciada:falta de água há cerca de 40 dias ou mais, em bairros e ruas inteiras de nossas cidade. Flagelo social sem precedentes. Novarussenses vendendo a merenda e o almoço para comprarem água de péssima qualidade e não morrerem de sede.
Tudo por falta de planejamento e de ações do governo Gonçalo Diogo, que não se planejou e nem se preveniu diante do secamento do açude Farias de Sousa, por contas das secas sucessivas, evaporações e outras causas.
Não mandou perfurou os poços profundos no tempo certo. Quando mandou perfurar poços profundos, não fez o mais necessário: ligá-los à rede de abastecimento de água. Quando mandou ligar, as bombas não eram adequadas ou a rede de energia ficava muito distante.
Desorganização. Fazendo Nova Russas rever as cenas trágicas da falta de água e de pessoas fazendo filas para pegarem água em baldes, galões, latas e carregarem em suas cabeças, até mesmo em lombos de jumentos.
A mesma inércia na saúde pública. Prefeito Gonçalo Diogo poderia ter feito uma revolução na saúde pública, mas não fez. Seu secretário de saúde e genro da vereadora Emília Diogo, Dr. Daniel, não tem feito uma gestão exemplar na pasta da Secretaria de Saúde.
Se fez uma pequena reforma e alguns melhoramentos no Hospital, mas não fez o básico e necessário na saúde primária, na saúde secundária e na saúde terciária. 
Hospital Municipal José Gonçalves Rosa continua uma rodoviária para transportar pacientes de Nova Russas para Sobral, Crateús e Fortaleza em ambulâncias velhas. Mais: profissionais da saúde ganham mal, PSF estão desorganizados, faltam simples exames e até balança para agentes de saúde pesarem crianças etcétera e tal.
Da saúde para a educação pública, a situação não muda nada. Vai de mal a pior. Professores com alguns direitos negados, denúncias de corrupção nas rotas do transporte escolar, reprovação no Spaece/Alfa, entre outros aspectos negativos.
Na questão do obrismo, o prefeito Gonçalo Diogo obrou e realizou muito pouco. Com exceção da Ponte dos 4 prefeitos, do asfaltamento das ruas centrais [obra eleitoreira em parceria com o governo Cid Gomes] e da urbanização tardia do Rio Curtume, não se conhece outras obras do prefeito Gonçalo Diogo.
Para piorar. Governo Gonçalo não se mobilizou para receber emendas federais e estaduais para novas e importantes estruturantes: Campo de Pouso, novo prédio do Forum, urbanização das entradas e saídas, Campus da UECE, novo açude, entre outras.
O saneamento é outro ponto fraco, embora alguns calçamentos estejam sendo realizados em alguns poucos pontos de nossa cidade, a carência por saneamento continua muito grande. Problemas do atual e de ex prefeitos.
Mais problemas: faltou luz no cemitério durante enterros, fábricas e empresas não chegaram, folha de pagamento dos servidores passou de 60%, quase 20 TCE etc.
Sintomas da ingovernabilidade.
Ingovernabilidade na centralização política, nas práticas administrativas condenáveis, no controle dos conselhos municipais, na falta de diálogo permanente com os movimentos sociais e com os sindicatos.
Tem mais. Governo Gonçalo Diogo é fechado, sectário, pouco dialoga com a oposição política. Não conquistou adesões entre os oposicionistas. Governa apenas com seus cabos eleitorais, ativistas e militantes de sua campanha eleitoral.
Achando que a conquista da Prefeitura de Nova Russas foi apenas mais um negócio. Não devendo satisfação a ninguém. Governando a Prefeitura de Nova Russas como se fosse uma extensão de seus negócios.
Máximo da incoerência política. Prefeito Gonçalo Diogo traiu o candidato do seu partido, Eunício Oliveira, para apoiar Camilo Governador, Mauro Filho senador, Jeová deputado estadual e outros candidatos do PROS e do governador Cid.
Se Camilo Perder, a situação política e administrativa de Gonçalo Diogo fica insustentável. Se Camilo ganhar, pode ser reeleito -caso as Tomadas de Contas Especias do TCM não o levem à improbidade administrativa dos fichas sujas.
Ainda há tempo para o prefeito Gonçalo Diogo mudar e melhorar muito seu governo. Cumprir as promessas de campanhas. Fazer grandes mudanças. Avançar na saúde, na educação, na assistência social, no desenvolvimento urbano.
Melhorar Nova Russas em todos os sentidos, até mesmo resolvendo o problema da falta de água. Agora. Sem esperar por São Pedro.
Ou Gonçalo Diogo muda seu governo, ou o povo vai mudar de governo.
Está dado o recado.
Tenho dito!.
___________________________________________
Autor do artigo: Professor Tim é cientista político e assessor parlamentar do vereador Kapita.

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Charge política do dia.

Belo artigo do mestre em física Antonio Roberto Mendes Martins.

PÉROLA DOS CONTOS POLÍTICOS DE NOVA RUSSAS NARRADOS AQUI PELO MESTRE ANTÔNIO ROBERTO AO BLOG DE OUTRO MESTRE, SCARCELA JORGE...

..."NÃO FORA TRAQUINAS"...
Professor Antonio Roberto.
 
Todos nós temos histórias para contar, as mais numerosas são as que se relacionam com a política. Natural que seja, pois numa pequena cidade como Nova Russas, “é o pau que rola”. As disputas sempre serviram de motivo para todo tipo de artimanhas, traições, negócios furtivos e todo tipo de sacanagens que eu e mais uma turma de amigos chamamos “traquinagens”.

Uma destas traquinagens remota ao ano de 1958. O que vou narrar foi verdade. Ainda temos muitas testemunhas. O quadro político partidário era composto de quatro agremiações.  O PSD (Partido Social Democrata) com origem Getulista, Kubitschekana e Tancredista tinha figuras como Fernando Pereira, Dr. Osvaldo Martins, Francisco Mourão, Ermínio de Paula, Francisco de Paula Pessoa, Napoleão Moura, outros e outros. A UDN (União Democrática Nacional) somava os Lacerdistas e renomados nomes que tramaram golpes por todos os anos cinquenta. Aqui, reunia Padre Leitão, Dr. Almir Farias, Antenor Gomes, José Martins de Melo, José Gonçalves Rosa, Luís Veras, Dr. Alípio Gomes, outros e outros. O PTB (Partido Trabalhista Brasileiro), também Getulista, Janguista e Brizolista, na terrinha era comandado por Oriel Mota, prefeito à época. Somava Olindino Gerardo, Anastácio Pires, Raimundo Pinto, dentre outros e outros. Por fim vinha o PSP (Partido Social Progressista), cujo chefe era o paulista Ademar de Barros. Destes, lembro-me mais: Temóteo Ferreira Chaves, Manoel Diogo, Raimundo Paiva, Justino Mano, Francisco Torres de Aragão, João Martins Leitão, João Rodrigues e ainda outros e outros.

Por conveniência do diretório estadual o PSD coligou-se com o PTB. Nos corre corres das coligações o PSP procurou o conjunto PSD/PTB  na pessoa do cabeça de chapa Dr. Osvaldo Martins: Marchariam com ele se um ano de mandato, o último, fosse cedido ao PSP. Ao portador da proposta que foi Temóteo Chaves, Dr. Osvaldo respondeu que aceitaria o apoio de bom grado, mas, se eleito, tiraria os quatro anos de mandato. Não iria enganá-los.

A proposta foi levada à UDN que com papel passado, testemunho de cidadãos de ilibado comportamento, etc., e etc., comprometeu-se a ceder não um, mas, dois anos ao vice do PSP. A dupla vitoriosa foi Dr. Amir Farias e Francisco Torres Aragão (Chico Torres). Esta foi a primeira eleição que tivemos vice-prefeito, e que por sinal teve mais votos que o candidato a prefeito.

O tempo passou. Na data do vice assumir, “necas”. O acordo não foi cumprido. As testemunhas foram desmoralizadas e os pessepistas, ficaram “chupando o dedo”. Em 1962 formaram a oposição enfrentando Oséas Carlos Pinto que foi vitorioso e correspondeu como um grande prefeito. Em 1964/65/66 em consequência da “gloriosa”, a UDN foi para o poder transformando-se na ARENA (Aliança Renovadora Nacional). A grande maioria da oposição formou no também extinto MDB (Movimento Democrático Brasileiro) e em seguida no seu sucessor, o PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro), minha primeira filiação política. Este acontecimento “moldou” por muito tempo o quadro político de Nova-Russas.

             


Dr. Osvaldo perdeu a eleição, mas, dando a volta por cima, ganhou o respeito do povo e de todos os políticos de Nova Russas. Ele não fora “traquinas”.


O mundo é poliglota. Veja e aprenda algumas palavras do idioma russa traduzidas para a Língua Portuguesa.

Palavras russas. Algumas palavras úteis russo, tradução em Inglês. Palavras russas tradução Inglês

Lista das palavras mais usadas russa com português Tradução

Palavra russaPronúnciaTradução Inglês
Substantivos mais freqüentes:
словоslovapalavra
лицоlitsoface; pessoa
сторонаstaranalado
работаrabotatrabalho
земляzyemlyaterra
часchash
городgoradCidade
водаchaságua
женщинаzhyenshchinamulher
машинаmashiMáquina
случайsluchajcaso
видvidvista
минутаminutaminuto
странаstranaPaís
утроutramanhã
человекchyelavekhomem
времяvryemyatempo
делоdyelocaso
глазglazolho
головаgalavacabeça
другdrukcada
домdomhome
местоmyestolugar
Freqüentes verbos:
сказатьskazat'dizer
хотетьkhotet'quer
видетьvidet'veja
идтиittiir
стоятьstayat'carrinho
знатьznat'saber
думатьdumat'pensar
сидетьsidet'sentar-se
понятьpanyat'compreender
иметьimet'ter
делатьdyelat'fazer
казатьсяkazat'syaparecem
даватьdavat'dar
пойтиpajtiir
увидетьuvidet'veja
работатьrabotat'trabalho
любитьlyubit'amor
ответитьatvetit'Responder
думатьdumat'pensar
лежатьlizhat'mentira
писатьpisat'escrever
решитьrishit'resolver
помнитьpomnit'Lembre-se
получитьpaluchit'obter
слышатьslyshat'ouvir
боятьсяbayat'syamedo
читатьchitat'leia
хотетьkhatet'quer
братьbrat'ter

Charge da semana.

Artigo do Professor Tim sobre a importância vital da água na vida humana.

Hegemonia da água nos inconscientes e nos imaginários da raça humana!
Apenas o querido povo de Nova Russas, que está há mais de 40 dias com falta total de água, sabe da importância da água para a própria vida humana. Nova Russas vive sua maior tragédia social e coletiva na falta de água em nossos reservatórios e no nosso abastecimento via SAAE.
Nem precisa repetir que, sem água, não existe vida humana.
No próprio nascimento, as pessoas já nascem com uma relação muito próxima com a água. Passam de cerca de 9 meses no frescor da água do líquido amniótico [bolsa d'água] dentro do útero materno.
Sem falar que 75% do Planeta Terra é coberto de água, seja salgada ou doce. Planeta Terra, na verdade, deveria se chamar Planeta Água.
A mitologia grega e a filosofia pré-Socrática de Heráclito de Éfeso, nos conceitos de que tudo flui no devir, afirmou que a água era o elemento mais importante na formação da Terra.
Maioria dos habitantes do nosso planeta querem morar em capitais banhadas pelo mar ou em cidades e distritos com uma lagoa ou um açude bem pertos. Ninguém quer morar em locais urbanos sem água.
A própria água é usada em batismos, nas limpezas espirituais e outros rituais religiosos de santificação e expulsão das sujeiras diabólicas dos corpos humanos e de suas formações psicossomáticas.
Já na vida material, profana e concreta,  a água é usada para beber, cozinhar, lavar e tomar banho. Água serve para produzir alimentos na irrigação. Água movimenta indústria e e várias outras atividades econômicas.
Pois a água e sua fórmula sagrada, H2O, possui moléculas, oxigênios, átomos, sais minerais, vitaminas, entre outras coisitas.
Evita a desagregação dos nossos corpos.
Salva as nossas vidas.
Certo mesmo está o cantor Guilherme Arantes nos versos geniais de sua música "Planeta Água":
"Água que nasce na fonte serena do mundo/e que abre um profundo grotão/água que faz inocente riacho/e deságua na corrente do ribeirão/Água dos Igarapés/onde Iara, a mãe d'água é misteriosa canção/água que o sol evapora/pro céu vai embora/virar nuvens de algodão/Planeta Água/Planeta Água/Planeta Água.
Agora deixem eu tomar um copo de água contra a sede!.
___________________________________________
Autor do artigo: Professor Tim é cientista político e filósofo existencialista.

Que Deus se lembre da sua alma.

IPUEIRAS: AGRICULTOR PRATICA SUICÍDIO EM LINHA FÉRREA


FOTO ILUSTRATIVA


Neste domingo, por volta das 17h40min, praticou suicídio,Deodoro Alves Marques, 57 anos, solteiro, natural de Ipueiras, residente na localidade de Mirador, zona rural de Ipueiras.No momento do ocorrido, a vítima estava nas proximidades da linha férrea, quando o Trem de Empresa Transnordestina de prefixo “K160”, com 65 vagões e 03 maquinas, conduzido pelo maquinista Álvaro Mendes de Oliveira, 52 anos, residente na Rua Francisco Sá, Centro de Crateús, estava passando na localidade, a vítima jogou-se contra o trem, isso segundo informações de populares e do próprio maquinista, ocasionando o óbito. 
             
Os Policiais Militares, Cb LuzierSd R. Andrade Sd Denilsonestiveram no local e acionaram a Pericia Forense para adotar as devidas providências.

Ensaio do Professor Tim sobre as repressões burguesas contra as liberdades humanas.

Explicando melhor o TOC da burguesa capitalista em punir, vigiar, segregar, prender e arrebentar os seres humanos!
Deus, Arquiteto do Universo e Pai da espécie humana, fez o mundo em 7 dias com muita liberdade para os seres humanos. 
Deus criou o Homem para viver livremente com todas as liberdades. Sem repressões. 
Vida humana em que Deus criou para ter uma vida saudável com liberdade total e absoluta.
Mas os homens capitalistas, imperialistas e burgueses mudaram o projeto natural e libertário de Deus. 
Burgueses capitalistas ricos, após roubarem as riquezas e os minerais da Terra, acabaram com as liberdades humanas apenas para garantir e manter suas propriedades e suas riquezas roubadas dos mais pobres.
Burguesias dos países imperialistas e burgueses dividiram o mundo em países com fronteiras bem definidas, em nome de um imperialismo econômico e de um nacionalismo xenófobo. 
Acabando com a união mundial e a liberdade dos povos de comunição global.
Povos inteiros foram segregados e impedidos de se comunicarem com seus parentes e irmãos do outro lado da fronteiras criadas pelos ricos imperialistas.
A burguesia fedorenta ainda criou as leis, as polícias, os exércitos o Poder Judiciário, entre outras entidades capitalistas, para manterem a ordem social e econômica capitalistas.
Agentes repressivos do Estado Burguês.
Para vigiar, punir e prender os trabalhadores e os pobres no sistema penal e penitenciário.
Filósofo/sociólogo Michel Foucault, em seu "Vigiar e Punir", explicou como a burguesia montou seu estado burguês repressivo para reprimir violentamente as pequenas ilegalidades urbanas [furtos de lenhas, quebras de cercas] dos camponeses expulsos de suas terras, a partir da formação das cidades e do capitalismo industrial e comercial.
Começo, a partir de inspiração do Contrato Social Estatal, da militarização e da judicialização da vida social, punindo os mais pobres da sociedade coletiva.
Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC) de punir, processar, condenar e prender não apenas os marginais comuns, os camponeses radicais e os operários politizados inimigos da propriedade capitalista e monopolista dos meios de produção.
Mas prender e segregar qualquer ser humano que fugisse da normalidade social burguesa.
Loucos e pessoas com desvios mentais foram internados compulsoriamente em hospícios e hospitais psiquiátricos, sendo vítimas de eletrochoques e de injeções 'sossega leão' para mantê-lo sob controle emocional e psíquico. 
Crianças e adolescentes passam metade de seus dias de vida dentro de escolas profissionalizantes e educativas que mais parecem unidades prisionais, inclusive, com portões, muros altos e cercadas de arame farpado.
Jovens são obrigados ao serviço obrigatório nas forças armadas.
Existem milhares de Leis que punem as pessoas no trânsito, na vida civil, nas questões dos costumes, nas relações de gênero, nas linguagens. Tem lei demais para punir e prender as pessoas.
Todos vivem acorrentados no legalismo das leis absurdas que não nascem dos lírios, como bem disse o poeta Carlos Drummond de Andrade.
Vigiar e punir dos capitalistas repressores para adestrar, disciplinar, normatizar, robotizar, dominar completamente as pessoas.
Fabricando seres humanos dóceis, passivos, submissos aos ricos.
Tem mais. Hoje em dia, por meio das câmeras de grande projeção instaladas nas grandes cidades conectadas a centrais de monitoramento pelos aparelhos de controle social e de segurança do Estado, acabou a privacidade humana. Tudo vigiado.
George Orwell, em "1984 dos Big Brother", falou da distopia burguesa de vigiar e controlar as vidas de todas as pessoas. Máximo da sociedade disciplinar e controladora do estato totalitário burguês.
Crime gravíssimo e hediondo contra a liberdade humana e o direito de ir e de vir.
E o Biopoder por meio da ciência e da razão instrumental controla a natalidade, impede crianças de nascerem, envenena nossas plantas com venenos e sementes transgênicas, determinada novas vacinas e medicamentos etc.
Tem mais. Micropoderes dos poderes menores do patriarcalismo e do feminismo, dos guardas da esquina, dos diretores escolares e dos reitores, dos policiais militares, entre outros, acabam com algumas liberdades humanas.
Até mesmo o corpo humano sofre com a repressão sobre o corpo. Pessoas são obrigadas, desde que nascem, a não mostrarem seus corpos. Até mesmo obrigados os homens a usarem cuecas que vão lhe causar problemas de saúde diversos.
Sem falar fortemente na forte repressão da sexualidade, gerando muitas neuroses e graves distúrbios nas pessoas reprimidas sexualmente.
Termino meu ensaio libertário relembrando os versos geniais do samba enredo da Escola Mocidade Independente, de um certo tempo atrás:
Liberdade, Liberdade, abre as asas sobre nós!.
______________________________________________
Autor do artigo: Professor Tim é cientista e filósofo existencialista. 

Artigo do Professor Tim sobre a venda da Ibiapaba FM de São Benedito pelo deputado Vanderley Pedrosa.

Breves notas sobre a ascensão e queda do império de comunicação do deputado Vanderley Pedrosa!
Pela necessidade de divulgar suas ações jurídicas de advogado renomado nos vários campos do Direito e de dar publicidade ao que vem fazendo nos seus dois mandatos como deputado estadual e líder do PTB na Assembléia Legislativa, o deputado Vanderley Pedrosa montou um poderoso sistema de comunicação social.
Deputado Vanderley comprou várias rádios no Ceará, com destaques para a FM Novo Tempo (Ipu), Ibiapaba FM (São Benedito), FM Croata e Timbaúba FM -104, 9, cuja sede fica na sua terra Nova Russas.
Esquema de rádio do deputado Vanderley funcionou por um certo tempo, até ajudando a criar uma boa imagem dele. Ajudando a melhorar o conceito e a opinião pública sobre o deputado Vanderley, seja na Serra da Ibiapaba ou no Sertão.
Mas o casamento da midia e da imprensa radiofônica com o advogado-deputao Vanderley Pedrosa durou muito pouco, por culpa do próprio Vanderley Pedrosa.
Vanderley Pedrosa é desorganizado. Não contratou profissionais excelente para o comando das suas rádios. Programação delas era de baixo nível. Audiência quase zero. Desrespeito aos direitos trabalhistas dos seus radialistas.
Resultando em dificuldades gerais para as referidas rádios. Razões do fracasso do seu sistema de comunicação via rádios. Sistema de comunicação cada vez mais perto do fim. Completamente falido.
A FM Novo Tempo, com sede no Ipu, foi fechada pela Anatel por causa de dívidas e do não cumprimento de obrigações radiofônicas.
Agora a pior notícia. Deputado Vanderley Pedrosa acaba de vender a Ibiapaba FM [sede em São Benedito], considerada a melhor das suas rádios, para um empresário de comunicação do Piauí.
Dizem que o dinheiro da venda da Ibiapaba FM seria para gastar na campanha do seu filho, Bruno Pedrosa -candidato a deputado estadual do PSC e com chances de ser um dos 46 deputados estaduais eleitos. 
Sendo que, do falido império de comunicação do deputado Vanderley, resta apenas a bizarra rádio Timbaúba FM, que é uma comunitária de programação ruim e muitas dívidas trabalhistas para pagar.
Espera-se que não venda a Timbaúba FM.
Para que não acabe de vez seu falido império de comunicação.
E fique sem vez e voz na comunicação radiofônica!.
__________________________________________________
Autor do artigo: Professor Tim é cientista político e assessor parlamentar do vereador Kapita.

domingo, 31 de agosto de 2014

Questão de Democracia e de liberdade política. Consagrado radialista Denes apresenta seus candidatos.

ESTES SÃO OS MEUS CANDIDATOS:

Peço o apoio e o voto dos meus familiares, amigos, simpatizantes e correligionários, para os candidatos que julgo, serem boas opções para serem votados nestas eleições.Desde já agradeço pela confiança, pois quando votamos consciente, temos legitimidade para cobrarmos melhorias para nossa comunidade.

 http://marinasilva.org.br/wp-content/themes/MarinaSilva/images/home/bg-top-header.jpg


Logotipo da Campanha





http://www.eunicio.com.br/sites/all/themes/framework/images/bg-menunovo2.jpgInício

SENADOR: TASSO 456

DEPUTADO FEDERAL



E PARA ESTADUAL: 
WASHINGTON PEDROSA 20.234

Augusta Brito, Augusta Brito. Cabritinha! Cabritinha!

AUGUSTA BRITO "COMPROU TODO O IPU" CONFIRMA DEPUTADO PARA PROCURADORIA ELEITORAL

O deputado Fernando Hugo (SD) foi o único parlamentar que fez denúncias de compra de votos no Ceará, a prestar esclarecimentos à Procuradoria Regional Eleitoral, ontem, pela manhã. Hugo afirmou ao procurador regional eleitoral, Rômulo Conrado, que há boatos de que a candidata a deputada estadual pelo PCdoB, Augusta Brito, estaria “comprando” votos na Região de Ibiapaba, e que fazia o mesmo em Fortaleza.

Segundo o Procurador Rômulo Frota, as informações passadas por Fernando Hugo já eram de conhecimento do Ministério Público, e com uma fita da gravação da sessão ordinária da Assembleia quando ocorreram as denúncias.

Fernando Hugo foi depor na Procuradoria pelas denúncias que fez, e como procurador parlamentar da Assembleia, e lá afirmou que ouviu muitos comentários de que uma candidata vinha da Serra Grande, “comprando metade da Serra e iria comprar Fortaleza”. Ele afirmou que o nome da candidata é Augusta Brito, do PCdoB, e que já foi prefeita de Graça.

“Eu não tenho nenhuma relação com ela e nada tenho contra ela. Eu não sei nem quem é. Mas tenho ouvido conversas até de membros do partido dela, que é mulher que já fez o diabo, e que comprou todo o Ipu”, disse ele. “Eu só lamento que a democracia tenha que passar por esse dissabor, inclusive, com a ‘desmentalização’ da juventude em pleno século XXI”, lamentou o parlamentar.
Com informações do Diário do Nordeste

Tem cada figura exótica e bizarra na política do Ipu.

RAIMUNDO "DOIDO" RASGA O VERBO EM DISCURSO NO ENGENHO DOS BELÉM

Por ocasião da inauguração do Posto de Saúde da Família (PSF) na localidade de Engenho dos Belém na última sexta-feira (29-08-2013), o ex-vereador Raimundo Mororó, conhecido no mundo político como "Raimundo Doido" no uso da palavra fez um eloquente enaltecendo o prefeito Sérgio Rufino e a sua trajetória política em Ipu, ao levantar a bandeira do "Grupo Liberdade" quando galgou os passos importantes na campanha vitoriosa de 2012.

Raimundo Mororó entrou na política em meados de 1989 e 1990 como legítimo vereador defensor do Distrito de Abílio Martins, voltou a cadeira do Legislativo ipuense trazido pelo então, ex-prefeito Sávio Pontes. Em 2014, veio a compor seu apoio ao "Grupo Liberdade" na política de agregação do Prefeito Sérgio Rufino. 

Raimundo "Doido" se consolida como um político de discurso emocionante e extrovertido por natureza, nesta sexta-feira, ele fez revelações em mais um discurso emotivo. Acompanhe agora o discurso na íntegra do ex-vereador Raimundo Mororó, uma produção de Afrânio Soares para o Portal de Notícias Aconteceu Ipu.


DISCURSO EX VER RAIMUNDO DOIDO PSF ENG BELÉM 2014

Artigo do Professor Tim explicando hegemonia do Andrezinho dentro do Sindicato dos Servidores.

Por que o pelego André Pedrosa continua chefiando o Sindicato dos Servidores Públicos de Nova Russas?
Se não é o chefe de direito, pois não é mais presidente, o sindicalista pelego André Carlos Evangelista Pedrosa, o 'Andrezinho' continua dando as cartas no Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Nova Russas -SSPMNR.
Atualmente diretor jurídico do SSPMNR, Andrezinho tem muita influência sobre o atual presidente, José Milton de Sousa Menezes, até porque ajudou a elegê-lo. Andrezinho foi fundamental na eleição de Zé Milton e da atual diretoria executiva do SSPMNR.
Principal pauta da gestão André PedrosaDIRETORIA ATUAL DO SISPMNOR-Sindicato dos Serv. Púb. Mun. de Nova Russas, que foi presidente, e da atual diretoria tem sido apenas aumentos salariais e outras reinvindicações corporativas dos sindicalizados naquele sindicato. Salários e mais salários está sempre pedindo o SSPMNR, sob controle de Andrezinho, de Zé Milton e do Coca.
SSPMNR não defende políticas públicas de qualidade na saúde, na educação, na assistência. Não tem um projeto de desenvolvimento global para Nova Russas. Não defendem coisas melhores para a sociedade novarussense.
Especialmente mais salários e outras garantias para os professores municipais, setor hegemônico e bastante forte dentro e fora do SSPMNR. Pedidos dos professores municipais são a plataforma central.
Garis, agentes comunitários e agentes de endemias, serviços gerais, servidores técnicos e administrativos, entre outros servidores públicos municipais, conquistarm muito pouco. Suas reinvindicações não são bem vistas no peleguismo sindical do Andrezinho: insalubridades, reposições salariais, retroativos etc.
Exceção apenas na visita do deputado federal Raimundo Gomes de Matos para vender aquela surrada história do piso salarial dos agentes de endemias e comunitários de saúde, numa reunião na sede do SSPMNR, com presença de autoridades, de vereadores, de sindicalistas e de representantes do prefeito municipal
Os próprios servidores do SAAE, companheiros de trabalho do Andrezinho, foram poucos contemplados nos seus pedidos e reinvindicações. Discriminados. Hoje mesmo estão com salários atrasados e correm risco de afastamento.
Sindicato do Andrezinho sempre foi legalista e pelego. Poucas greves. Poucos enfrentamentos com a Prefeitura. Tudo na negociação. Ou ações judiciais que nunca deram em nada.
Com Andrezinho dando das cartas, o SSPMNR é sempre governista. Até mesmo o Coca foi candidato a vereador na coligação governista do ex prefeito Paulo Mentira, obtendo poucos mais de 100 votos.
Maior jogada de Andrezinho é querer transformar o SSPMNR numa sucursal sindical do PC do B, pois o seu guru ideológico/comunista Luís Osterne, sempre está presente por lá. Amigos para sempre desde que participaram da tomada do comitê municipal do PC do B dos históricos, hoje sob comando dos Eulaia.
O SSPMNR poderia viver muito melhor sem o Andrezinho.
Fora, Andrezinho!.
____________________________________________
Autor do artigo: Professor Tim é cientista político e Coordenador Geral do Centro de Defesa dos Direitos Humanos de Nova Russas - Ceará.

Marina Silva e a falácia da terceira via na eleição presidencial 2014.

Num país como o Brasil, resultado de colonização predatória, arbítrio, violação dos direitos humanos básicos, profundas desigualdades sociais e regionais, não há como falar em terceira via, quando se trata de atacar todos os problemas remanescentes dessa herança histórica.

Por José Augusto Valente*, na Carta Maior
 A falácia da terceira via
A falácia da terceira via
De um lado, temos os mantenedores do resultado acima mencionado, utilizando a política do “laissez-faire” ou neo-liberal. É o que chamamos de direita, embora eles mesmos se recusem esse rótulo. Afinal, não pega bem. Se consideram de centro. Então tá, centro-direita. São atualmente representados e liderados pelo PSDB.
Do outro lado, temos os que querem mudar o rumo da história, na direção de um país socialista, ou seja, que busque igualdade social e regional, garantia dos direitos humanos, democracia plena com participação social e respeito ao ambiente, com o estado atuando firmemente para garantir os projetos que interessam à maioria, contra os interesses privados da minoria. São representados por vários partidos e movimentos sociais de esquerda e liderados pelo PT.
Uma via, então, é a da manutenção e aprofundamento das desigualdades. A outra, é a de mudanças radicais e eliminação das desigualdades. Onde fica a terceira via neste jogo? Nem tanto ao mar, nem tanto à terra?
Como fundamentação de que é falaciosa essa terceira via, representada por Marina, basta constatar que todos os que hoje estão envolvidos com a sua campanha, inclusive ela mesma, foram do PT ou da base dos governos Lula e Dilma.
O que existe, de fato, é uma candidatura pessoal, que apregoa uma proposta de “terceira via” tentando se vender como dona de três temas: sustentabilidade; relação “republicana” com o Congresso Nacional; e rigidez no combate à corrupção.
Ocorre que pode-se falar tudo do governo Dilma, menos que não tenha atuado firmemente no aspecto “sustentabilidade” e na “rigidez no combate à corrupção”.
Nesse dois itens, será difícil a candidata Marina Silva mostrar que fará mais, pois tudo o que é necessário já está sendo feito e, num próximo artigo, poderei detalhar esse “tudo”. Os programas de rádio e TV de Dilma mostrarão isso com muita fundamentação.
Restou o discurso da relação “republicana” com o Congresso Nacional. Dilma entende que essa relação somente será plena quando o país fizer uma profunda reforma política. O PT inclusive já lançou proposta, que está no site do partido (clique aqui).
Enquanto isso, Marina Silva, em tom messiânico-moralista, diz que governará sem fazer negociações com o Congresso Nacional: ministérios, cargos, emendas, etc.
Discurso falacioso! Isso simplesmente só existe em ditaduras. Mesmo assim, na ditadura militar brasileira, havia negociação e muitas coisas o governo não conseguia impor ao Congresso.
Nos países democráticos, negociação existe o tempo todo. Faz parte do processo. Não é vergonhoso, como tenta vender Marina.
O que hoje não ocorre, e uma radical reforma política poderá prover, é maior representatividade da sociedade no Congresso, especialmente dos debaixo na pirâmide social. É isso e não a existência de uma figura messiânica que fará mudar a relação executivo-legislativo.
Para concluir, entendo que quanto maior for o questionamento às propostas de Marina, tanto no campo social como econômico – e mesmo no ambiental –, mais difícil será para ela mostrar que existe uma terceira via, que tudo o que Dilma está fazendo está errado ou é ineficaz e que fará tudo diferente.
Assim, confrontada, e com a possibilidade de ir ao segundo turno, Marina terá que se posicionar alinhada à primeira via, de centro-direita, ou à segunda via, de esquerda.
A tendência hoje é o alinhamento à primeira alternativa, na medida em que ela tem dado seguidas demonstrações de satisfação pelo apoio da elite econômica e da grande imprensa, que representam o projeto da centro-direita e da direita declarada.
*José Augusto Valente é  especialista em logística e transportes.

Artigo crítico sobre o futuro governo Marina.

Quem irá dar sustentação política e social a um governo Marina? - por Marcos Doniseti!

Quem irá dar sustentação política e social ao governo Marina? - por Marcos Doniseti!


Neca Setúbal e Marina Silva: A representante dos bancos e do sistema financeiro manda e a candidata obedece. Então, quem irá governar, mesmo?


Notícia do 'Estadão' de hoje diz que se for eleita, Marina não irá governar com apoio dos partidos políticos, abandonando a política de coalizão que deu sustentação aos governos de Itamar, FHC, Lula e Dilma entre 1992-2014, e que ela dependerá muito do PSDB.

Mas tudo aponta para o fato de que o PSDB sairá desta eleição com uma bancada inferior à que possui, atualmente, no Congresso Nacional. E o DEM já encolheu bastante. E grande parte dos parlamentares serão eleitos por uma infinidade de legendas de pequeno e médio porte (PP, PR, PSC, PTB, PSB, PDT). 

E como o PT fará oposição e o PMDB será colocado para fora do governo por Marina, será impossível desfrutar de maioria estável, no Congresso Nacional, que possa dar sustentação a um eventual governo dela apenas com essas legendas. 

Então, como ela irá conseguir aprovar os projetos de interesse do seu governo, caso venha a ganhar a eleição. Entendo que ela governará com o apoio dos setores mais influentes e poderosos da sociedade e que controlam a maior parte do Congresso Nacional, que são a Mídia, Igrejas Cristas e Evangélicas conservadoras, Bancos e o Agronegócio.

Se for eleita, Marina irá depender, muito, dos cristãos e evangélicos fundamentalistas, que deverão eleger cerca de 100 deputados federais, segundo previsões. Será a 'Bancada de Deus' que ajudará Marina a governar. Malafaia sabe disso e por isso falou grosso com Marina, mandando que ela tirasse as propostas favoráveis ao movimento LGBT do seu programa de governo. 

Depois, ela irá depender da 'Bancada dos Bancos' (neoliberal e entreguista), que já comanda e controla  a sua campanha (via Itaú) e da 'Bancada dos Ruralistas' (a turma do agronegócio), a qual ela já está fazendo de tudo para agradar e conquistar. 

E é claro que ela terá apoio total da Grande Mídia e de seus associados. A 'Bancada da Mídia' é extremamente poderosa, pois além dos grandes grupos midiáticos nacionais e regionais (Globo, SBT, Record, Band, RBS) ela também é formada por centenas de políticos que são proprietários de veículos de comunicação (rádios, tvs, jornais, portais de internet), como são os casos de Sarney, Collor, Agripino Maia, Jáder Barbalho, etc. 

Então, entendo que, na verdade, Marina não irá governar sustentada pelos partidos políticos (como fizeram Itamar, FHC, Lula e Dilma), mas com base nas bancadas que representam setores conservadores organizados e extremamente poderosos e influentes da sociedade brasileira: Bancos, Agronegócio, Igrejas Evangélicas e Mídia. 

Assim, ela imagina que conseguiria governar ignorando os partidos. 

Quem vai governar, junto com ela, é o que Marina chama de 'Sociedade', ou seja, os setores mais influentes e poderosos do país (é a turma da grana, da religião, da mídia e do agronegócio).  

E como será possível fazer isso com um sistema político que exige apoio e sustentação não apenas do Congresso Nacional, mas também de governos estaduais e municipais, bem como articulações junto ao Ministério Público, Poder Judiciário (STF, STF, TSE)?.

Sem falar dos partidos políticos e dos movimentos sociais mais tradicionais (sindical, estudantil, sem-teto, sem-terra, etc), que deverão ser colocados para fora do governo caso Marina seja eleita. 

A questão é: Ela conseguirá conciliar os interesses de todos esses segmentos da sociedade, os quais darão as cartas em seu governo? Ela conseguirá promover um loteamento do governo e implantar políticas que agradem a todos, ao mesmo tempo? E os movimentos e partidos políticos sociais tradicionais, que serão marginalizados em seu governo, como irão reagir à essa marginalização que irão sofrer? 

Não sabemos. Mas parece que é exatamente isso que Marina tentará fazer. Daí vem uma boa parte do caráter imprevisível e aventureiro da sua candidatura.

É isso.

Link:

Se eleita, Marina deixará de governar com o apoio dos partidos políticos:

Ensaio do Professor Tim sobre os financiadores e os perigos da presidenciável Marina Silva.

Começa melhor o esquemão nacional e internacional para eleger a presidenta Marina Silva!
A candidata do PSB e líder absoluta das pesquisas para se eleger futura presidenta do Brasil, Marina Silva, personifica um grande esquemão nacional e internacional para derrotar a presidenta e candidata à reeleição, Dilma Roussef (PT) e o candidato do PSDB, Aécio Neves.
'Santa do Pau Oco', Salvadora da Pátria, Messiânica da Nova Política, Marina Silva tem a seu favor alguns dos homens e mulheres mais ricas do Brasil e do Mundo para ganhar a eleição presidencial. Esquemão nacional e internacional de grandes capitalitas e da direita ecológica com sede nos Estados Unidos e na velha Europa.
São megaempresários do agronegócio, banqueiros bilionários, multinacionais poderosas, ecocapitalistas muito ricos, entre outros burgueses e bilionários financiando e estruturando a campanha de Marina Silva rumo ao Palácio do Planalto. etc.
Fauna financeira e capitalista do esquemão pró-Marina envolve grandes somas em dinheiro do Itaú Unibanco [um dos maiores bancos do Brasil], da Ambev [maior cervejaria da América Latina], da Natura [grande empresa de produtos naturais], Monsanto [dos venenos e sementes transgênicas]Foto de Mara Fuseto., da Coopersucar, da Cosan, do Banco Safra etc.
Empresas e capitalitas acusados de diversos crimes: sonegação fiscal, trabalho escravo, corrupção ativa e passiva, formação de quadrilha etc.
Pois eleita presidenta da República, e está bastante cotada, Marina Silva não vai mudar em nada a política macroeconômica de FHC, de Lula e de Dilma Roussef. Brasil continuará submisso ao capitalismo financeiro sob ordens do FMI, do Banco Mundial, das multinacionais.
Marina não tem uma ideologia nacionalista. Marina Silva não é de Esquerda. Marina Silva nunca leu nada de Marx, de Gramsci, de Lênin, entre outros intelectuais que ela chama de velha Esquerda. Marina Silva é da ordem capitalista globalizada e excludente com viés ecocapitalista. 
Esqueça fim e qualquer mudança na atual política macroeconômica. Nem pensar no fim dos monopólios privados nacionais e internacionais. Loucura imaginar que Marina vá fazer a reforma agrária, valorizar a agricultura familiar e derrotar o agronegócio das commoditties exportáveis.
Nada disso. Marina Silva vai governar apenas para os burgueses, os industriais, os banqueiros, entre outros setores dominares, como fizeram FHC, Lula e Dilma. 
Messianismo mudancista e da terceira via de Marina Silva é uma farsa.
Marina Silva está mais para um Collor de Saia.
Sem projeto social, econômico e político de desenvolvimento do Brasil.
Marina Silva não tem uma ideologia nacional-desenvolvimentista.
Sua única ideologia é o radicalismo verde. Ecoxiita. Sectária do natureba.
Lutas ecológicas de Marina Silva visam impedir o desenvolvimento do Brasil. Marina Silva quer transformar o Brasil, especialmente a Floresta Amazônica, numa santuário ecológico preservado para que os Estados Unidos e a velha Europa possam amanhã tomar conta.
Proteger biomas, fauna e flora para amanhã entregar aos grandes industriais e banqueiros dos Estados Unidos, com a missão de ganhar muito dinheiro com nossas plantas, nossos animais e nossa água.
Resultado disso são as Organizações Não Governamentais [Ong's], algumas delas controladas por Marina, que recebem muita ajuda dos governos e empresas norte-americanas e européias, exatamente para preservar a Amazônia, o Pantanal, entre outros biomas.
Ong's que estão impedindo a construção de hidrelétricas, de hidrovias, de extração de madeiras, entre outras ações, justamente para que o Brasil não se desenvolva. Fique sempre na dependência externa.
Marina Silva é uma entreguista ecológica. Não tá nem aí para a soberania do Brasil. Questão da dívida externa e da colonização do Brasil nada importa para ela.
Nacionalismo, socialismo, estado social e soberania não são bandeiras de Marina Silva.
Defende o estado mobilizar para mobilizar ong', igrejas evangélicas pró-EUA, setores xiitas fundamentalistas em defesa da entrega da Amazônia e das riquezas minerais do Brasil para os grandes capitalistas nacionais e internacionais, hoje financiando sua campanha eleitoral.
A candidata do PSB, por exemplo, fez parte do Lobby nacional/internacional que demarcou a reserva Yanomami para ser vendida para o Rei da Bélgica e para a Rainha Elisabeth, amigos pessoais de Marina.
Outra coisa. Marina é traíra, mentirosa, muda de galho a cada minuto. Moralista da direita lacerdista. Não tem firmeza nas suas idéias. Vazia de conteúdo.
Falsa moralista, na verdade.
Marina Silva foi passageira consciente do avião da corrupção [Jato Cessna]NÃO VAMOS DESISTIR DA VERDADE BRASIL!.....QUEM É O DONO DO JATINHO?
VAMOS COMPARTILHAR MINHA GENTE! e do acidente de Eduardo Campos, comprador por laranjas e sem dono. Ninguém sabe de quem é o tal avião fatal.
Agora é a favor, para agradar determinados setores, de tudo que era contra: transgênicos, casamento gay, privatizações, independência do Banco Central apenas para aumentar os juros e manter a inflação baixa etc.
Alzheimer político e ideológico.
Esquece tudo rapidinho.
Tem mais. Sua nova política é uma velha política, pois já foi aliada e votou em candidatos da direita mais conservadora do Acre e do Brasil. Foi eleita senadora graças à oligarquia dos Viana no Acre, formada pelos irmãos Jorge [senador] e Tião -atual governador.
E como senadora, votou matérias governistas e foi fiel à velha política do PT aliado a Sarney, Collor, Barbalho, Pedro Simon e a bancada velhaca do PMDB sempre governista. E hoje prega aliança com o Gabeira, com o Serra, com o Suplicy, com o Simon e outros políticos da velha política.
Outra coisa. Marina Silva traiu Chico Mendes e a Teologia da Libertação da Igreja Católica Progressista. Hoje é apenas uma crente-evangélica conservadora e fundamentalista, abandonando as pastorais sociais e as lutas populares dos movimentos sociais católicos. 
Sua carinha franciscana, seu rostinho sofrido, sua aparência física de um faquir indiano, representa apenas uma demagogia política. Uma mentira social cabeluda. Uma hipocrisia midiática para enganar os brasileiros.
Algo que a direita nacional e internacional está se aproveitando para mudar a estética e o foco do seu gerente na Presidência do Brasil.
Primeiro elegeu o gerente caçador de marajás (Collor). Cassado. 
Depois elegeu o intelectual FHC. Deu em nada.
Depois elegeu o operário vendido para as grandes montadoras de automóveis para controlar as organizações sociais e os sindicatos. Fez apenas isso.
Dilma Roussef, a feminista lésbica, fez o mesmo.
Eleição de Marina Silva visa manter sob controle os ecologistas, com objetivo de manter no Brasil um paraíso ecológico para amanhã ser vendido aos Norte-Americanos.
Não deixe que o seu voto-emoção, seu voto não consciente, deixe o Brasil numa nova aventura política.
Marina não é o melhor para o Brasil.
Pense nisso!. 
Ensaísta: Professor Tim é cientista político e pré-candidato a Secretário Geral da ONU.